quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

As crônicas vampirescas: A história do ladrão de corpos

Em A história do ladrão de corpos, Lestat pode mudar completamente. Um desconhecido que o persegue em vários lugares do mundo - Veneza, Hong Kong, Miami, Londres e Paris - propõe a troca de seu corpo com o do vampiro. É a oportunidade de Lestat sentir as sensações de um mortal. É a chance de Raglan James experimentar os poderes de um imortal. Esta é uma história contemporânea, passada no final dos anos 80, inclusive no Rio de Janeiro. Depois de alcançar o sucesso durante sua curta carreira de cantor de rock, Lestat se enfronha no candomblé e espiritismo, pelas mãos de David Talbot, um amigo mortal que recusa sua oferta de sangue negro. Torturado por seu amor, suas dúvidas e sua solidão secular, Lestat sonha ser humano outra vez. Ver o sol, beber e comer como qualquer outra pessoa.

Dessa vez Lestat se superou. Apesar de todas as suas loucuras eu nunca realmente acreditei que ele sentisse tanta saudade e necessidade de experimentar a vida humana novamente. Mas, assim que apareceu a oportunidade foi exatamente o que ele fez.

Depois de ser "perseguido" em vários lugares do mundo por um jovem bonito mas também estranho, Lestat descobre a chance de fazer uma troca de corpo com o homem por duas noites, tornando-o humano mais uma vez. Mesmo sendo alertado por seus amigos de que não deveria fazer tal coisa, ele decide que vai sim. E tá, desde quando ele escutou alguém em algum momento?

Mas antes que chegasse a tal decisão, o vampiro tentou, em um ato de desespero, ou pura maluquice, sei lá, se matar se expondo ao sol. Acho até que o que ele queria era mesmo saber até onde ia a extensão dos poderes que o sangue de Akasha lhe deu. Foi ainda maior do que imaginava!

Outra descoberta interessante foi o conhecimento da vida de David quando jovem (lembram dele não é? Do Talamasca!). Pasmem, o cara passou um ano no Rio de Janeiro. Pois é, ele veio pro Rio para conhecer a cidade antes de ir pra Amazônia caçar (muito feio isso por sinal), mas acabou se apaixonando por um jovem daqui e foi ficando. Só que a mãe do garoto era mãe de santo e, bem, ela não estava gostando muito das idéias de David e tal, aí já viram. O problema é que Talbot decidiu, após passar por esses problemas, aprender a macumba também. Ah, só um detalhe, gosto ainda mais da Anne Rice, porque ela só falou bem do Rio :D

Mas voltando ao que interessa, os momentos de Lestat como humano são bem engraçados, pois as coisas não funcionam tão bem quanto ele imaginava, o mundo não é tão fácil e belo para os mortais. Mas o melhor são os momentos em que ele come e em que ele vai ao banheiro. Leiam que é divertido demais as reações dele rsrsrs.

Outro fator também muito importante é que o homem que trocou de corpo com Lestat é bem ladrão mesmo, vocês não tem idéia. E posso afirmar que ele dará trabalho para o vampiro. Mas claro que não vou contar os detalhes porque senão não tem graça ler o livro.

Bem, a resenha eu paro aqui pra não enche-la de spoilers rsrsr. O livro é bem legal, mas achei mais fraco se comparar com os três primeiros. Se eu não tivesse lido os outros iria amar esse, mas a comparação não me permite tanto. Pode até ser muita exigência minha, mas depois de ler O vampiro Lestat eu espero sempre um livro mais que incrível e esse não foi tudo isso. Mas não deixem de ler porque o livro é bom.

Autor: Anne Rice
Editora: Rocco


6 comentários:

Aline disse...

Li esse livroa há um tempão, mas adoro Anne Rice e bem o Lestat é o vampiro mais legal da literatura, ele é demais!

Lu disse...

olás Amanda. ^^
eu nunca li nada da Anne, mas tenho muita vontade de conhecer o Lestat dela. ^^
espero gostar desse livro.
beijos. ^^

Entre Fatos & Livros disse...

Eu nunca li Anna Rice, acredita?

Mas já está na minha lista para 2011!

Bjo

Pri
Entre Fatos & Livros

Renata G. de Souza disse...

Adorei a resenha =D
Ainda vou comprar os livros da Anne Rice >.< ainda não li nenhum dela =P

Respondendo: Sim, eu pedi o kit para a editora =D bem antes de estreiar, aí deu problema e só enviaram á pouco tempo, e só um kit =X

O kit da Liana é super fofo *-* Estou lendo o livro e está ótimo! é super diferente!
Bjus

Ana Carolina Nonato (BLOG O DESAFIO DE CADA DIA) disse...

Olá!

Adorei sua resenha, embora dificilmente vá ler o livro. Em todo o caso, interessantíssima a sua crítica.

Abraços!

Amanda disse...

Aline eu simplesmente sou mais do que fã da Anne Rice, ela é incrível!!

Oi Lu, conheça sim...é um personagem incrivel

Pri, menina, corre, não sabe o que está perdendo...leia logo uhuahuah

Renata, leia sim, ela é DIVA da literatura sobrenatural.

Oi Ana, por que você não vai ler? Não curte o estilo não??

Bjs