sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Não sou esse tipo de garota

Perversa ou inofensiva? Confiável ou hipócrita? Controlada ou insensata? A vida é sobre suas decisões e escolhas, e Natalie Sterling se orgulha de sempre fazer as melhores. Ela ignora os caras populares e babacas da escola, sempre ganha medalhas de honra e está prestes a ser a primeira estudante jovem a ser presidente do conselho estudantil em anos. Se apenas todas as outras garotas fossem tão sensíveis e fortes. Como o grupo de novatas que querem ser brinquedos dos jogadores de futebol. Ou sua melhor amiga, que tomou uma decisão idiota que quase arruinou sua vida. Mas ser sensível e forte não é fácil. Não quando uma brincadeira quase a faz ser expulsa. Não quando seus conselhos dóem mais do que ajudam. Não quando um cara que ela já deu um fora se torna o cara que ela não consegue parar de pensar. A linha entre o certo e o errado foi distorcida, e cruzá-la poderá resultar em um desastre… ou se tornar a melhor escolha que ela já imaginou fazer.

Sabe aquele tipo de garota toda certinha, que se preocupa muito com as notas escolares, com a aprovação dos professores e com a reputação de boa menina? Aquele tipo que quer estar em evidência como a melhor aluna e que tudo isso faça com que ela não seja rodeada de amigos ou colegas e muito menos popular?

Bom, certamente você conhece ou conheceu alguém assim, ou quem sabe já foi uma, como eu, e que depois mudou de repente. Bom, assim como a Natalie, ou talvez, não exatamente como ela. Ela é muito mais durona e implacável do que eu jamais pensei em ser, por exemplo.

Natalie é a típica garota certinha, orgulho dos pais e dos professores e que acredita que sempre faz as escolhas certas para sua vida, entre elas está ignorar os garotos populares do colégio e tentar proteger sua melhor amiga. Mas no seu último ano no Academia Ross, logo depois de ser eleita presidente do conselho estudantil, tudo muda.

Sua melhor amiga está enfrentando uma fase difícil. Depois de ficar anos se escondendo após uma decisão ruim e uma fama imerecida, Autum está querendo voltar as festas da turma do colégio, andar com alguns populares. E Natalie não está gostando nada disso.

Uma caloura Spencer, de quem Natalie descobre já ter sido babá, está fazendo o possível para chamar a atenção dos rapazes, de algumas maneiras até vulgares, e como de costume, está levando junto várias garotas para o mesmo caminho. Ela se sente na obrigação de proteger a novata e acaba se metendo em muita enrascada por causa disso.

E ainda tem Connor, um atleta, popular, bonito, a quem Natalie já desprezou bastante, está mexendo com sua cabeça, deixando-a confusa sobre como agir.

Todas essas pessoas, suas decisões e atitudes começam a influenciar na vida de Natalie, e podem prejudicar seus planos para o último ano no colégio. E vamos combinar, que se o ensino médio já é difícil, por causa das pessoas e a fama que você ganha, imagina o último ano...

Durante o livro essa revira volta de emoções e descobertas faz com que ela tome atitudes inesperadas até mesmo para si e que passe por situações hilárias, que nos deixam morrendo de vergonha.

Tentando preservar seus ideais, os objetivos que traçou, mesmo depois de já estar mais que claro que tudo mudou, Natalie acaba sendo muito grosseira e magoando muitas pessoas com suas atitudes. É claro que em vários momentos eu entendi o jeito dela, mas acho que ocorrerem coisas desnecessárias e que acabaram machucando muita gente e a si mesma.

O mais importante em Não sou esse tipo de garota não é a relação homem/mulher e nem tanto os dramas e confusões da adolescência, mas sim como lidar com os amigos e o que é realmente importante.

No fim Natalie passa a se questionar que tipo de pessoa ela é realmente e quais escolhas deveriam ser mais importantes na sua vida.

Se você me perguntar o que achei desse livro, tenho que dizer que eu AMEI. É uma história fofa, com uma linguagem jovem e leve, mas que com certeza todo mundo vai se identificar em algum momento e vai terminar a leitura com uma mensagem importante.

A autora Siobhan foi brilhante em seu enredo e me fez devorar o livro e ficar com um gostinho de quero mais no final.

Ocorreram algumas falhas na diagramãção do livro, mas que em hipótese alguma tiraram o brilho dessa obra - bom, não sei se eu também estava curiosa e empolgada demais com a história que nm percebi tudo rsr.

“Eu sempre achei que soubesse que tipo de garota eu era, só que eu não sabia.”

A editora Novo Conceito lançou esse novo selo para publicar livros para o público jovem.

Autora: Siobhan Vivian
Editora: Novo Conceito Jovem


5 comentários:

Marta Ribeiro disse...

Adorei á resenha, to doidinha pra le-lo, beijinhos.

vanessa vieira disse...

Parabéns pela resenha Amanda! Já li Não Sou Este Tipo de Garota e amei! Beijos!

Dicas Femininas disse...

Olá flor passando pra conhece seu blog , e adorei tudo vc esta de parabéns estou seguindo vou adora ter vc no meu blog beijos flor..

http://rosanadicasfemininas.blogspot.com/

Adrianatbnu disse...

Tenho bastante vontade de ler esse livro, mas vai ter que esperar, pois minha lista tá bem grande já e não cabe mais nada nem na estante e muito menos no bolso

Mariana Ribeiro Barbosa disse...

Olá, Amanda!
Nós duas compartilhamos da mesma opinião a respeito deste livro! Também amei demais a história e quero muito que a NC traga mais livros da autora aqui. Me tornei fã e já entrou para a minha lista de TOP melhores livros lidos deste ano!!Bjos.Mariana RibeiroConfissões Literárias.