sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

As crônicas vampirescas: A rainha dos condenados

Em A Rainha dos Condenados, a escritora americana Anne Rice retoma os personagens que a tornaram famosa e faz o livro de maior suspense e densidade de suas Crônicas Vampirescas. Aqui, há vampiros para todos os gostos. Jovens e delinqüentes, como Baby Jenk, da Gangue das Garra, românticos como Armand e Daniel, estudiosos como Jesse, que investiga para a organização conhecida como Talamasca, a história desses seres estranhos, imortais misturados entre mortais, para quem sangue, sexo e morte são elementos indissolúveis do dia-a-dia. Reunidos em torno de Lestat, eles respondem ao chamado de sua música quase hipnótica e correm, ao longo da narrativa de Anne Rice, um perigo difícil de evitar. É que o som de Lestat desperta Akasha, a mãe dos vampiros, a encarnação da força maléfica feminina, disposta a escolher os justos, entre os vampiros, através de um banho de sangue.

Esse foi, sem dúvida, um dos melhores e mais longos livros que já li (tem quase 600 páginas, imagine!). E, apesar do tamanho, não é cansativo e traz uma variedade de histórias e personagens muito legais de se ler. Tive um certo receio pela quantidade de personagens de que o livro acabasse ficando muito confuso, mas isso não aconteceu.

Nele, a história do vampiro Lestat tem sua continuação, só que não mais todo pela visão dele e sim, em grande parte, pelo que ele soube através de outros, muitos outros. Personagens que estavam constantemente presentes nos outros livros, alguns novos que nunca havíamos conhecido e também alguns que achávamos que nunca mais veríamos (ressurgindo das cinzas...sério!)

A tragetória de Akasha desde que Lestat virou cantor, o que fez e quem viu é contada por pessoas que acabaram encontrando com ela, para azar deles. São várias histórias, todas contadas no tempo presente. É durante esse momento que somos apresentados a personagens importantes para o enredo, portanto prestem atenção a eles.

Bom, antes que vocês desistam de ler o post por ele ficar muito grande, vamos a história. Akasha finalmente acorda e vai atrás de Lestat, mas no caminho mata milhares de vampiros, só deixando viver aqueles que tinham alguma ligação com Lestat ou que eram muito antigos.

Os antigos, ou a Primeira geração, são os vampiros que foram criados na mesma época da mãe e do pai. E ah, no livro essa história é contada e é ainda mais incrível e violenta do que imaginávamos.

Enquanto isso, vampiros e alguns mortais de todo o mundo estão tendo sonhos com gêmeas ruivas que ninguém nunca viu (aviso, prestem atenção nos sonhos...). A única coisa que tem certeza é que esses sonhos tem a ver com o fato de Akasha ter acordado (e digo logo, isso não é coisa boa!)

A rainha "captura" Lestat e decide fazer dele seu consorte (e escravo também). Só que a mulher é maluca, só pode, ela decide que para acabar com a violência que há no planeta ela deve matar todos os homens, só deixando 01 vivo entre cem, pois segundo ela, as mulheres construiriam um reino de paz em que ela seria sua Deusa. Fala aí, ela não tá maluca?!!

Pra piorar ela força Lestat a ajudá-la a matar os homens (só com o poder da mente). Ela dá tanto sangue seu pra ele que Lestat passa a ser capaz de voar, de mover objetos e matar pessoas com o poder da mente. Ele começa a fazer umas coisas realmente ruins e esquisitas.

Do outro lado do mundo, aqueles que sobreviveram (e vou logo dizendo que foram só uns 15) se reúnem para encontrar uma maneira de destruir Akasha. E vamos combinar que não é tarefa fácil.

Olha, não posso contar mais senão acaba com a graça do livro. A rainha dos condenados é super recomendado. Leia, você vão amar!

Autora: Anne Rice
Ediora: Rocco


3 comentários:

Luciana Mara disse...

Ei!
Sério que o livro é tão bom assim?
Eu só li Entrevista com o vampiro pq sempre fui fã do filme.
Bjins

ps.: Minhas amigas reclamando que tá faltando homem a rainha ai querendo matar geral. Assim num dá...kkk

Anna Furtado disse...

Eu quero muito comprar a entrevista com o vampiro pra começar a ler a série. Comprei a Hora das Bruxas, mas quando eu tiver a oportunidade vou comprá-los, porque a Anne Rice escreve muito bem *--*

Amanda disse...

Meninas vocês tem que ler a série da Anne Rice, é bom demais.

Lu,leia O vampiro Lestat e A Rainha dos condenados são ainda melhores que Entrevista com o vampiro. E fala pras suas amigas que também não gostei disso não rsrsr

Anna, corre no subamrino, lá tem promo da coleção muito boa!

bjs