domingo, 4 de julho de 2010

Sussurro: Hush, Hush

Entrar em um relacionamento não estava nos planos de Nora Grey. Pelo menos até a chegada de Patch. Seduzida por seu sorriso despretensioso e pelo olhar que parece enxergar através dela, Nora se sente incapaz de pensar com clareza.

É quando uma sucessão de acontecimentos assustadores começa a cercá-la. Enquanto isso, Patch parece surgir em todos os lugares e mostra que sabe absolutamente tudo sobre sua vida. É impossível decidir entre atirar-se nos braços dele ou fugir do perigo que o ronda.
Na busca de respostas, Nora se aproxima de uma verdade ainda mais avassaladora que seus sentimentos por Patch. De repente, ela está no centro da eterna batalha travada entre anjos caídos e seres imortais - e quando chegar a hora de escolher um dos lados, a decisão errada poderá custar sua própria vida.

Como primeira resenha do blog escolhi a série que é sensação no momento: Hush, hush (acho que comecei bem, né).

Antes de ler o livro eu imaginava a história de forma diferente do que se apresentou, confesso que as primeiras páginas não haviam me chamado tanta atenção , talvez por eu ter "construído" uma na minha cabeça, mas acreditei que havia algo mais interessante e continuei e não me arrependi. No início toda aquela história de uma garota adolescente e um cara estranho (de alguma forma sobrenatural) que se conhecem no colégio e blá blá blá, me fez pensar que seria algo parecido com Crepúsculo, Diários do vampiro e outros tantos, mas as semelhanças ficaram por aí.

A autora Becca Fitzpatrick, que por sinal é estreante como escritora (imagina quando ela for veterana!!), acertou em cheio na história. Sussurro conta a história de uma garota, Nora Grey, que se vê interessada por um cara no mínimo estranho e assustador, Patch, mas que vamos combinar também é um gato!!!. Os diálogos deles são muito engraçados, e todo o jeito "bad boy" de Patch é muito atraente, mas ao mesmo tempo ele me deixou em dúvida sobre se ele era vilão ou mocinho, e eu adoro isso...o livro tem humor, suspense, ação, uma ceninhas mais calientes (tem umas partes no motel que...ah, não vou falar, só pra matar você de curiosidade rsrs), ou seja tudo pra prender o leitor. A amiga de Nora, Vee Sky também é uma figura muito engraçada na história.
Só não gostei de uns detalhes no final do livro, achei meio corrido algumas cenas e meio sem explicação, não sei, opinião minha.

Bom, agora é esperar pela continuação: Crescendo, que deve sair antes do fim de 2010.

Autora: Becca Fitzpatrick
Editora: Intríseca

5 comentários:

Bianca Briones disse...

O final foi corrido mesmo e meio mágico demais, mas esse se tornou meu livro sobrenatural preferido. Não aguentava mais vampiros. kkkkk

Patch ♥

Beijos.

Vanessa disse...

Eu não cansei de vampiros ainda não, mas esse livro , com certeza, é um dos melhores que eu ja li, se não o melhor.Minha opinião.Enfim, Patch...ah Patch... MUITO gato, adorei o estilo badboy dele, gamante, sahusuahsu, Nora também, no começo achei que ela ia ser uma Bella na vida, mas até que não.Fiquei surpresa.E sim, com certeza as semelhanças entre as outras histórias acabam por ai, adorei Sussurro e não me arrependi de ter comprado, to louca pela continuação.
Spoiler:
No final, Patch virando anjo da guarda, UAU, não esperava, realmente não esperava isso.Muitas partes eu não entendi direito, no final, como, o por que ele não ajudou ela no final.por que fico parado feito uma estátua?? enfim, to esperando que no segundo explique né.E olha, fiquei surpresa também ele fico tão...bonzinho no final.Em comparação com o começo, mudou MUITO.Enfim.Muito bom.

Amanda disse...

Também espero que explique isso, mas é aguardar...de todo o livro é muito bom!!!

Jeh disse...

Em primeiro lugar gostaria de parabeniza-la pelo blog! E a primeira vez que eu entrei aqui ^^

Acabei de ler o livro e gostaria de deixar a minha opiniao aqui:

Poxa... eu gostei da historia (apesar da semelhança com crepusculo no inicio), e achei o prologo simplesmente perfeito, mas...
Sera que foi so eu que achou a protagonista fraca e sem personalidade? A autora tentou dar um ar intelectual para ela, mas ela so fazia e falava besteiras. E aquela amiga dela achei extremamente inconveniente. Ficou em contraste com a historia do livro. Tirava a graça das partes assustadoras pois cortava o clima. Alias, eu acho que a autora precisa trabalhar mais para os momentos de "terror" ficarem mais marcantes.

Gostei bastante do Patch... fica um ar de indecisao em que voce nao consegue decidir se ele e bom ou se e mal. E eu gostei dele ser meio que o vilao da historia, afinal essa coisa de heroi perfeito e bonzinho e meio enjoativo. Espero que a autora mantenha ele assim no proximo livro e deixe a protagonista menos "tapada".

Amanda disse...

Concordo que a Nora não era exatamente uma personagem forte não, mas compara com algumas personagens de livros de romance sobrenatural (excetuando a Rose de Vampire Academy, eu não lembro de nenhum que eu tenha lido que a personagem fosse muito forte em personalidade), mas acho que ela poderia ser menos fraca sim. Prefiro personagens fortes...
E tenho que concordar contigo, esse jeito do Patch é bem melhor que o mocinho todo bonzinho mesmo rsrsr